Oito razões científicas para passar mais tempo com a natureza - Associação Pensamentos ao Vento

Go to content

Main menu:

OITO RAZÕES CIENTÍFICAS PARA PASSAR MAIS TEMPO COM A NATUREZA

A romancista Jane Austen disse: “Sentar-se à sombra num bonito dia a contemplar a vegetação é ser brindado com a mais perfeita lufada de ar fresco.” Quem a poderá contradizer?
Apreciar a magnificência das árvores, inalar o ar salgado do mar, ou ficar maravilhado com as cores sumptuosas de um campo de flores, enche-nos sempre de sensações de assombro e renova-nos o espírito.
Existe uma boa razão para que muitos artistas e poetas se tenham inspirado na beleza da criação. Os estudos científicos têm demonstrado que passar tempo na natureza pode oferecer benefícios, quer mentais, quer físicos, de muitas formas surpreendentes. Se sente um desejo súbito de dar um passeio ao ar livre a meio do dia é provavelmente porque o organismo o está a pedir.

OITO RAZÕES DE PESO PARA PASSAR MAIS TEMPO DISFRUTANDO DO AR LIVRE

PASSAR TEMPO NA NATUREZA DÁ-NOS VITALIDADE
Uma série de estudos experimentais examinaram os efeitos que a natureza nos proporciona no que diz respeito aos níveis de vitalidade de uma série de participantes. Os resultados mostraram que passar tempo na natureza (ou mesmo observar imagens ou cenas da natureza) aumentou a energia dos participantes. Não é nenhuma surpresa: quando estamos ao ar livre, despertam-se-nos os sentidos. Rodeados de cores, odores e sons de todos os seres da natureza, sentimos, literalmente, que a vida nos rodeia. E, como resultado, sentimo-nos mais vivos.

A EXPOSIÇÃO À NATUREZA TORNA-NOS MAIS RESISTENTES AO STRESS
Num estudo, mostrou-se aos participantes um vídeo traumático (de acidentes de trabalho), seguido de um vídeo que mostrava cenas ao ar livre, de natureza ou, em alternativa, de ambientes urbanos. Às pessoas a quem se mostrou os cenários naturais manifestaram uma recuperação física mais rápida aos efeitos do stresse do que os sujeitos que visualizaram as cenas urbanas.
Passar tempo ao ar livre poderia ser o remédio mais natural que existe para vasto leque de curas

FAZER EXERCÍCIO NA NATUREZA LEVANTA-NOS O ÂNIMO
Todos sabemos que o exercício produz endorfinas e eleva-nos o ânimo. Ao juntarmos a natureza à equação elevamos os impulsos naturais do estado de ânimo para um novo nível. Uma revisão de vários estudos revelaram que o exercício ao ar livre melhora os estados de ânimo e da autoestima dos participantes em apenas cinco minutos. Curiosamente, a presença de água no ambiente demonstrou ser particularmente benéfico.

PASSAR TEMPO NA NATUREZA AJUDA A CAPACIDADE DE CONCENTRAÇÃO
Demonstrou-se que quando as pessoas passam tempo na natureza, aumentam a sua capacidade de concentração. Por exemplo, um estudo verificou que crianças com défice de atenção evidenciaram, de uma forma significativa, melhor concentração depois de um passeio de 20 minutos na natureza em comparação com um passeio em ambiente urbano.
Um outro estudo mostrou que fazer um passeio pelo parque (ou apenas contemplar o espaço verde) ajudou a aliviar a fadiga cerebral e a aumentar a capacidade dos participantes em se concentrarem. Passar tempo ao ar livre liga-nos a um panorama mais amplo da vida. Sentimo-nos sincronizados com os ritmos da natureza e, como resultado, menos distraídos com os pequenos fatores de stresse do dia-a-dia. Quem diria que o cheiro da relva poderia ser um elixir para a concentração?

VIVER PERTO DE ESPAÇOS VERDES MELHORA A SAÚDE MENTAL
Um estudo que acompanhou os participantes durante cinco anos revelou que a mudança de residência para uma zona com mais espaços verdes aumentou a sua sensação de bem-estar. E este efeito prolongou-se por três anos! Vamos acordar e cheirar as rosas!

PASSAR TEMPO NA NATUREZA PODE ESTIMULAR O SISTEMA IMUNOLÓGICO
Passar tempo na natureza aumenta-nos o deslumbramento (por exemplo, essa sensação maravilhosa que se obtém ao ser brindado com a beleza de um pôr-do-sol ou com a imensidão do oceano). Quem não quer sentir-se deslumbrado? Não existe nenhuma razão para que a nossa vida não seja deslumbrante. O deslumbramento não apenas nos torna mais conscientes do momento presente e aumenta a nossa satisfação com a vida, como também está ligado a menores níveis de citocinas, marcadores de inflamação. Por outras palavras, a ciência diz que seremos mais saudáveis e mais inclinados a apropriarmo-nos do nosso maravilhoso ser quando vivemos na natureza com mais frequência.

VIVER PERTO DE ESPAÇOS VERDES PODE INCLUSIVE AUMENTAR A ESPERANÇA DE VIDA
Um estudo levado a cabo por jubilados japoneses durante cinco anos indicou que viver perto de áreas com espaços verdes com percursos pedestres está associado a uma menor probabilidade de morrer durante o estudo. Esta relação encontrou-se, inclusive, depois de controlar a admissão no estudo e variáveis como idade, sexo, estado civil, e outros fatores relevantes. Agora é o momento, o bosque chama-nos!

NÃO TEM ACESSO A LUGARES NATURAIS? RODEIE-SE DE PLANTAS DE INTERIOR!
Se o tempo (ou as circunstâncias) não possibilitam que se possa disfrutar do ar libre, a presença da natureza no interior também nos pode trazer benefícios. Uma investigação com pacientes hospitalares a recuperar de intervenções cirúrgicas verificou que os indivíduos que foram distribuídos aleatoriamente por quartos com plantas evidenciaram menor pressão arterial e menor ritmo cardíaco, classificações mais baixas de dor, de ansiedade e de fadiga, e tomaram menos doses de medicamentos para a dor quando comparados com os pacientes que não tinham plantas.

“Sobe a montanha e obtém as suas boas novas. A paz da natureza fluirá para ti como a luz do sol flui para as árvores. Os ventos soprarão a sua frescura própria em ti, e as tormentas das preocupações se soltarão de ti como as folhas no outono.”
Jon Muir

Traduzido e adaptado por José Luís Vieira a partir de:
https://mujerholistica.com/8-razones-cientificas-para-pasar-mas-tiempo-con-la-naturaleza/
em 03/04/2017
Back to content | Back to main menu