Como se tornar Naturista - Associação Pensamentos ao Vento

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Existem numerosas vantagens no estilo de vida naturista, incluindo o prazer de sentir o sol em todo o corpo, não ter marcas de bronzeado e a saudável autoconfiança que o Naturismo reflete. Muitas pessoas estão prontas a experimentar o Naturismo mas não sabem onde o fazer. Aqui ficam algumas formas de incrementar o seu conforto face ao naturismo e ajudar a encontrar meios e locais para estar despida/o.

1. – Compreendendo o Naturismo

1.1. – Reconhecer que a nudez é natural. Todos nascemos nus e esse é o nosso estado natural. O vestuário mantém-nos quentes e é normalmente necessário em público, mas não quer dizer que seja necessário usá-lo sempre. Há um tempo para deixar o seu “eu” natural apenas ser. Imagine a liberdade que terá ao sentir o ar e o sol tocar toda a sua pele, não apenas nos locais normalmente expostos.


1.2. – Compreenda o propósito do Naturismo. Muitas das vezes também identificado como nudismo, o Naturismo é muito mais do que o simples facto de estar nu; é também estar mais próximo da Natureza. No seu estado natural não existem barreiras entre si e o mundo natural. Já pensou o quão libertador e emocionante seria deitar-se nu/a na praia, ou debaixo de uma árvore, uno/a com o mundo natural e confortável com a sua pele? As pessoas optam pelo Naturismo para alcançar este estado particular de felicidade.


1.3. – Saiba que a nudez não é sempre sexual. Sim, as pessoas praticam sexo nuas, mas a nudez, por si só, não tem de ser sexual. Roupas reveladoras são sempre mais sugestivas sexualmente do que estar apenas nu, dado que deixam mais à imaginação. Está preocupado/a com ao se tornar naturista queira dizer que se está a abrir a encontros sexuais não desejados, saiba que, para a maioria dos naturistas, trata-se apenas de ser livre e natural, não lascivo.

  • Ser naturista não é ter sexo em público ou expor-se perante outros. Muitos naturistas são pessoas modestas que escolhem o Naturismo pelas razões acima expostas e não para ter contactos sexuais com outros.
  • Quer dizer, a nudez pode ser prazerosa para os sentidos de uma forma sexual. Sentir o ar ou a água a percorrer ininterruptamente todo o nosso corpo desperta os sentidos e pode ser sensual. Isto é saudável e natural. Não se deve sentir envergonhada/o por ter ou explorar estas sensações sexuais, suprimir sensações sexuais não é saudável, de uma forma geral, e negá-los no contexto naturista estará a negar também os benefícios saudáveis do estilo de vida naturista.

2. – Praticando em casa

2.1. – Durma nu/a. Não com roupa interior, completamente despida/o. Dormir nu promove o relaxamento e incrementa a qualidade do seu sono. Em noites quentes, durma despida/o e sem roupa por cima e experimente como se irá sentir totalmente exposta/o ao ar.
  • Se acha que dormir sem roupa é difícil, procure ultrapassar isso. Dispense uma peça de roupa, por exemplo a parte de cima do pijama, e, quando se acostumar, dispense a próxima peça e assim por diante até dormir nu/a
  • Experimente abrir uma janela perto da cama (deixando os estores ou cortinas corridos) para deixar entrar uma brisa. Lembre-se que parte de ser naturista é sentir-se mais perto do mundo natural.


2.2. – Passe a maior quantidade de tempo nu/a em casa. Mantenha-se nu/a depois do banho. Enxugue-se e faça o resto da sua rotina sem roupa. Continue sem roupas durante as refeições, durante a limpeza e especialmente enquanto relaxa, em frente à televisão, com um bom livro ou a tomar sol no seu quintal.

  • Se faz exercício em casa, faça-o nu/a, a não ser que, no caso das mulheres, seja desconfortável sem soutien de desporto.
  • Lembre-se de respeitar os limites dos outros relativamente à nudez. Quando estiver despida/o em sua casa mantenha as cortinas fechadas; não tome sol no jardim sem uma vedação apropriada.


2.3. – Fale com a/o sua/seu parceira/o acerca do Naturismo. Estar nu/a de uma forma não-sexual com a/o parceira/o pode levar a sua intimidade para o próximo nível, pois quer dizer que conseguirá estar nu/a quando ele ou ela estiver em casa. Converse sobre se isto é algo que possam explorar em conjunto. Se a/o parceira/o não estiver a fim de o fazer, pergunte-lhe se se sente confortável se você o fizer.

3. – Juntando-se a grupos naturistas

3.1. – Localize um grupo naturista. Uma pesquisa na Internet poderá ajudar a localizar um clube ou praia naturista mais próximo de si. Quando se sentir confortável com a sua nudez em casa, dê o próximo passo e visite uma comunidade naturista. Conheça as regras e expectativas antes de o fazer.
Não deixe a sensação de inadequação impedi-la/o. Assim que visitar uma comunidade naturista, descobrirá que todos são diferentes de alguma forma e nenhum deles é errado. Quem lá se encontra não está preocupado com os próprios corpos, ou o seu, apenas estão para disfrutarem dos prazeres do Naturismo num ambiente amigável.
Algumas comunidades nudistas podem encorajar o sexo. Verifique se é realmente algo que quer experimentar antes de aparecer.
Participe em comunidades online. Este pode ser um bom recurso para as pessoas que pretendam discutir o estilo de vida naturista e trocar informações sobre boas comunidades naturistas.


3.2. – Faça um fim de semana ou férias naturistas. Em Portugal existem parques de campismo, resorts e praias naturistas.


3.3. – Continue a não usar roupas sempre que possa. Em Portugal, apesar de não ser proibido por lei andar nu ou em topless na rua, poderá ter problemas com isso se alguém se sentir ofendido pela sua nudez. Existem, no entanto, espaços onde ninguém se incomodará com isso. Procure-os. Acima de tudo sinta-se confortável consigo mesma/o.

Traduzido e adaptado por José Luís Vieira a partir de:
http://www.wikihow.com/Become-a-Nudist
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal