Perguntas frequentes - Associação Pensamentos ao Vento

Go to content

Main menu:

Tem alguma dúvida que gostasse de ver esclarecida?

Deixamos algumas das mais frequentes que nos colocam.

Se não encontra resposta à sua questão, aproveite o formulário abaixo. Assim que possível, responderemos à sua questão via mensagem eletrónica e, sendo pertinente, colocaremos aqui à disposição de outros.

  • Porque preciso de um sócio para validar a minha proposta de sócio?
É uma imposição do Regulamento Geral Interno, devido à reserva de admissão, mas que é ultrapassada na medida em que o elemento da direção que recebe a proposta valida a mesma. Este ponto não responsabiliza quem valida a proposta dado que todos os sócios são chamados a se pronunciar sobre a aceitação do proposto que, em caso de silêncio dos atuais sócios, é aceite em reunião da direção.

  • Posso associar-me sendo sócio de outra coletividade naturista?
Sim. De acordo com o Artigo 51º da Constituição da República Portuguesa, qualquer indivíduo é livre de se associar às entidades que entender, apenas não pode estar inscrito simultaneamente em mais do que um partido político. A Associação Pensamentos ao Vento não se considera concorrente de qualquer outra entidade, considera-se como um complemento ou, no máximo, como uma alternativa. Procuramos trabalhar em conjunto com as entidades que procuram os mesmos fins e que connosco pretendem colaborar. O facto de existirem pessoas associadas a outras entidades não colide com os nossos regulamentos, nem com a nossa política diretiva. Todos são bem vindos.

  • Para ser sócio tenho de ser naturista?
Não. Cerca de metade dos atuais sócios não são naturistas. Saber mais sobre esta questão

  • Se eu for a um evento da associação tenho de tirar a roupa?
Não obrigatoriamente. Nem todos os eventos da associação são direcionados exclusivamente a naturistas.

  • Se eu for a um evento naturista da associação tenho de tirar a roupa?
Não obrigatoriamente. Apesar de ser um evento naturista, permitimos que aqueles que não se sentem confortáveis com a sua própria nudez, mas se sentem à vontade com a nudez alheia, possam aderir a eventos naturistas. Contacte-nos se pretender aderir a um evento naturista, mas ainda não está à vontade com a sua nudez.

  • Eu estou à vontade com a minha nudez, mas a/o minha/meu companheira/o não. Podemos ir aos eventos naturistas da associação?
Sim. Apesar de ser um evento naturista, permitimos que aqueles que não se sentem confortáveis com a sua própria nudez, mas se sentem à vontade com a nudez alheia, possam aderir a eventos naturistas. Desde que nudez alheia não choque a/o sua/seu companheira/o ambos serão bem-vindos. Em caso de dúvidas contacte-nos.

  • Para que serve o dinheiro que dou pela Joia?
A sua adesão à associação implica custos administrativos, como por exemplo o cartão, ou a ficha de sócio. A Joia de inscrição serve para cobrir esses custos administrativos.

  • Para que serve o dinheiro da minha quota associativa?
A administração da associação implica custos, como por exemplo comunicações, ou economato. A quota associativa serve para cobrir essas despesas correntes da associação. Salientar que uma parte da quota associativa de cada sócio reverte para a Liga Portuguesa Contra o Cancro.

  • É possível eu saber em concreto de que forma o dinheiro da associação é gasto?
Sim. As contas são disponibilizadas aos associados. Mensalmente é efetuado o Balancete do Caixa Razão, onde são demonstradas as entradas e saídas de dinheiro por departamentos e disponibilizados na área reservada a sócios do site. No final do ano é elaborado o Relatório de Atividades e Contas para apresentação aos sócios em Assembleia Geral. Ainda assim, e em qualquer momento, qualquer associado pode solicitar a verificação de toda a documentação relativa a atividades e contas.

  • Porque a associação não tem uma sede?
A atual massa associativa da associação não permite os fundos suficientes para os custos inerentes ao estabelecimento e manutenção de uma sede física.

  • Sem sede, onde faz as suas atividades?
A associação planeia as atividades de modo a minimizar o impacto causado pela falta de uma sede física. No entanto, dado que existem atividades que forçosamente devem ser efetuadas num espaço não exterior, articulamos com outras entidades, nomeadamente Junta de Freguesia, Câmara Municipal, entidades e pessoas particulares, de modo a que possamos levar a bom termo as atividades planeadas.

  • Posso propor atividades à associação?
Sim. Mesmo não sendo sócio pode propor qualquer atividade. A proposta será analisada em reunião de direção que ditará do seu interesse e viabilidade para a associação.

  • Não moro na área de Lisboa, posso ser sócio da associação?
Sim. Qualquer pessoa pode ser sócia da associação, independentemente do seu local de residência.

  • Se eu for sócio da associação posso organizar atividades?
Qualquer sócio da associação pode, e deve, colaborar com a associação na organização das atividades. Aliás, morando fora da área de Lisboa, permitirá à associação organizar eventos em outros pontos do país onde nos seria mais difícil prepará-los devido às deslocações necessárias para a concretização das atividades.

  • Porque me é negado o acesso a algumas páginas do site com atividades que foram desenvolvidas?
Apesar de não se importarem de aparecer nas fotos, algumas das pessoas que participaram nessas atividades não pretendem as suas fotos divulgadas. Mantemos o registo, mas só os participantes nessas atividades têm acesso a tais páginas.

  • Porque tenho de pagar um valor superior ao dos sócios para participar nas vossas atividades?
Os sócios contribuem de muitas formas para a vida da associação, nomeadamente o valor da quota anual e a participação nas assembleias gerais onde se decide sobre a própria associação, entre outras. As atividades que a associação organiza, na sua maioria, implicam custos sendo necessário fazer face a esses valores, pelo que os associados pagam um valor aproximado aos custos da iniciativa enquanto os não-sócios pagam esse valor acrescido de um suplemento que visa colmatar o não pagamento do valor da quota associativa.

  • Os diretores da associação são remunerados?
Não. Os Corpos Sociais e os responsáveis de departamento da associação não recebem qualquer valor pelo seu trabalho, é estritamente voluntariado e tal está definido nos regulamentos da coletividade (N.º 8 do Artigo 24º e Artigo 34º do RGI).

  • Os diretores pagam para participar nas atividades da associação?
Sim. Os Corpos Sociais e os responsáveis de departamento da associação pagam como qualquer outro associado para participar nas atividades organizadas. Não são sócios especiais.

  • Os diretores recebem ajudas de custos?
Não. Os Corpos Sociais e os responsáveis de departamento da associação não recebem qualquer valor para cobrir despesas de representação. Isto inclui despesas que possam ter por deslocações ou estadias em eventos para os quais foram convidados, deslocações para verificação das condições de locais onde se irão realizar as atividades, deslocações para reuniões, etc.
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório






Já sou subscritor/a
Não
Sim



Back to content | Back to main menu