vergonha-corpo - Associação Pensamentos ao Vento

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Nudez, algumas coisas me ocorrem quando penso sobre este tema. A sociedade moldou as nossas mentes de modo a pensar as coisas mais obscuras sobre o corpo humano. Ao pensar sobre o corpo humano nu, algumas pessoas pensam em obscenidade. Dizem que o corpo nu é algo que deve ser “coberto”. Dizem que nunca é bom expormo-nos de livre vontade.

No entanto, não ouço as pessoas envergonharem aqueles que mostram os seus corpos por razões específicas, como as supermodelos, certo? Aqueles que possuem uma figura deslumbrante, pele bonita, aquelas pessoas meio despidas nos anúncios ou telediscos, essas coisas são consideradas ok.

Porque não podemos todos ser livres de mostrar o corpo da mesma forma que as supermodelos? Porque é crime fazê-lo a não ser que se esteja em frente a uma câmara? Porque existe um estigma negativo acerca da nudez e do Naturismo?

O corpo humano natural é algo que deve ser aceite. As pessoas estremecem perante a ideia de Naturismo. Da última vez que verifiquei, todos nós nascemos como bebés nus. É adorável quando temos sete quilos, pequenos e rechonchudos. Nessa fase, alguns pais até fotografam as crianças a dormir nuas por causa dessa beleza do nu artístico. É bonito, sim, mas assim que essa criança se transforma num adulto completamente desenvolvido, tudo o que anteriormente era visto pelos olhos deve ser coberto para que não possa ser visto pelo resto do mundo.

Não verá muitas pessoas a assumirem-se como nudistas. A nudez pública é ilegal nos Estados Unidos devido às leis de decência pública. Não existem leis federais contra, mas existem leis estatais.

Em algumas partes do mundo, como Espanha, México e Brasil, a nudez é mais aceite.

Não digo que me juntaria aos grupos nudistas, mas apoio-os. Acredito que as roupas são barreiras. Tendem a colocar-nos num grupo social específico com base nos tipos de marcas e estilos usados.

Outra razão pela qual suporto o Naturismo é porque aplaudo qualquer um que possa abraçar o corpo com confiança, sem se importar com a forma e o tamanho das pessoas. Algumas não querem mostrar o seu corpo porque não estão confortáveis com o seu aspeto. Podem ter estrias, excesso de peso, demasiado magras, demasiado escuras ou demasiado pálidas. Na sociedade atual, se não se tiver um determinado peso, altura ou possuir pela bonita e clara, exibir o corpo é visto com desprezo.

Perguntei a um dos meus amigos, Durrand Smith, iniciante em psicologia, o que pensa acerca do Naturismo:
“Penso que algumas coisas são para os olhos públicos, enquanto outras devem ficar para nós próprios” disse Smith. “As pessoas querem romper com as formas tradicionais que nos foram impressas desde a infância como a sexualidade, amamentação em público e outra infinidade de coisas. Pode ser apenas a minha aprendizagem a influenciar a minha opinião sobre o Naturismo. Talvez tenhamos de amadurecer a ideia.”

Penso que cada um terá a sua própria opinião acerca do Naturismo e não haverá um único momento em que finalmente venha a ser aceite nos EUA. Mas quando olho para outras culturas que aceitaram a forma natural do corpo sem melhorar a sua aparência, desejava poder estar num desses locais, um local onde não fosse julgada por um pormenor, como aquilo que se veste.

Traduzido e adaptado por José Luís Vieira a partir do artigo de Jasmin Mitchell
http://patriotnewsonline.com/opinion/2016/04/20/nudism-and-body-shaming/
em 22/05/2016
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal